2x2=5 O Homem do Subsolo - WB Produções





2×2=5 O Homem do Subsolo  

PETROBRÁS apresenta

CACÁ CARVALHO APRESENTA O ESPETÁCULO “2 X 2 = 5 O HOMEM DO SUBSOLO”

27 e 28 de maio no Teatro SESC Glória

ATOR E DIRETOR TAMBÉM MINISTRA OFICINA GRATUITA A JOVENS ATORES

PROJETO TEM PATROCÍNIO DA PETROBRAS

 

Depois de temporadas de sucesso em Belo Horizonte, Salvador e em São Paulo, Vitória recebe o espetáculo 2 x 2 = 5 O Homem do Subsolo, protagonizado por Cacá Carvalho, dias 27 e 28 de maio, no Teatro SESC Glória. A turnê nacional tem o patrocínio da Petrobras e também vai contar com o ator e diretor ministrando uma oficina gratuita para 25 atores, de 23 à 26 de maio no mesmo teatro.

Inspirado no romance “Memórias do Subsolo” publicado em 1.864 pelo escritor russo Fiódor Dostoiévski, o espetáculo é resultado de uma bem sucedida parceria de 30 anos do ator Cacá Carvalho com o “Teatro della Toscana” da Itália, o diretor Roberto Bacci, o dramaturgo Stefano Geraci, o cenógrafo e figurinista Márcio Medina e o iluminador Fábio Retti.

“2 x 2 = 5 O Homem do Subsolo” é um mergulho profundo no universo subterrâneo de um homem que abandona o convívio social para enfrentar sua própria consciência. Questiona o auto respeito e a sinceridade humana, numa reflexão sobre as estranhezas de cada um, guiando o espectador em direção a uma descida escura na sua consciência. O homem em estágio terminal de miséria moral descrito pelo russo em sua obra adquire tamanha consciência de mundo que ri de si mesmo e da humanidade. Uma confissão do protagonista-narrador que golpeia, com a sua dissecante crueldade, as dores de um anti-herói e representa perfeitamente a crise do homem moderno, numa época de transição e de conflitos.

A peça confronta o público, o força a pensar. Ao exacerbar sua condição, doente do fígado, o personagem apresenta questionamentos de aparência, roupas, cortes de cabelo e traz a reflexão sobre o que realmente é preciso para se viver em paz e ser “veramente” feliz.

A OFICINA

A oficina “O Subsolo Produtivo do Ator” é destinada a atores e serão trabalhados os princípios da construção de uma ação física estruturada, base dos trabalhos desenvolvidos entre Cacá Carvalho e seu mestre Roberto Bacci. Serão disponibilizadas 25 vagas e as aulas serão de 23 à 26 de maio, das 13h às 21h. Os interessados devem enviar o currículo e uma carta de intenção por e-mail ([email protected]), até o dia 16 de maio.

A oficina é uma oportunidade para jovens atores conhecerem mais verticalmente a forma com que o ator Cacá Carvalho enfrenta o ofício, assim o encontro será muito mais potente e poderá render frutos para a cidade, no que tange à reflexão sobre o fazer artístico e a performance do ator em cena.

 

SERVIÇOS:

Espetáculo 2 x 2 = 5 O Homem do Subsolo

Datas: 27 e 28 de maio

Horário: Sábado às 20h e Domingo às 18h.

Local: Teatro SESC Glória – Av. Jerônimo Monteiro, 428 – Centro – Vitória/ES

Valor: R$ 20,00 (inteira)/R$ 10,00 (meia entrada).

Colaboradores da Petrobras pagam meia entrada na compra de até dois ingressos.

Ingressos: na bilheteria do teatro.

Classificação: 14 anos

Duração: 80 minutos

Gênero: Drama

 

OFICINA:

O Subsolo Produtivo do Ator

Inscrições gratuitas: até 16/05 pelo e-mail [email protected].

Aulas: 23 a 26 de maio, de 13h às 21h.

Pré-requisitos: ser ator, enviar o currículo e carta de intenção e ter lido o livro “O Homem do Subsolo”.

Resultado: 19 de maio, por e-mail aos selecionados.

 

Objetivos:

Ajudar o desenvolvimento e conhecimento técnico e humano para formação de um ator.

 

 

Conteúdo Programático:

Neste trabalho, será reafirmado o conceito que o trabalho de um artista é composto por fontes conhecidas, texto, figurino, parceiros de trabalho, objetos e fontes desconhecidas. Um manancial de cultura humana que precisa ser acionado pelo artista para fazer suporte às fontes  conhecidas. A estrutura [partitura física] é a análise combinatória entre essas tantas fontes, conhecidas e desconhecidas, do subsolo das pessoas.

 

Metodologia:

Palestras e exercícios práticos usando o romance “O Homem do Subsolo” de Dostoiévski.

 

FICHA TÉCNICA

Direção: Roberto Bacci

Dramaturgia: Stefano Geraci

Elenco: Cacá Carvalho

Tradução para o Português: Anna Mantovani

Cenário e Figurino: Márcio Medina

Criação de Luz: Fábio Retti

Música: Ares Tavolazzi

Fotos: Roberto Palermo

Assistente de direção: Silvia Tufano

Montagem e Operação Técnica: Fábio Retti

Arte gráfica: Maristela Forti

Criação: Teatro della Toscana, Teatro Era Csrt e Casa Laboratório para Artes do Teatro

Patrocínio Petrobras

 

Equipe de produção:

Produção Local: WB Produções

Marketing Cultural e produção: Mina Consultoria

Assistente de produção: Kelly Kurahayashi

 

SAIBA MAIS

FIÓDOR DOSTOIÉVSKI

Fiodor Dostoiévski foi uma das maiores personalidades da literatura russa, nasceu na Rússia, em Moscou em 1821 e morreu na cidade de São Petersburgo em 1881. Sua mãe morreu quando ele era ainda muito jovem e seu pai, médico, foi assassinado pelos próprios colonos de sua propriedade rural em Daravoi, que o julgavam autoritário. Esse fato exerceu enorme influência sobre o futuro do jovem Dostoiévski e motivou o polêmico artigo de Freud: “Dostoiévski e o Parricídio”. Em São Petersburgo, Dostoiévski estudou engenharia numa escola militar e se entregou à leitura dos grandes escritores de sua época. Epilético, teve sua primeira crise depois de saber que seu pai fora assassinado. Sua primeira produção literária, aos 23 anos, foi uma tradução de Balzac (“Eugénie Grandet”). No ano seguinte escreveu seu primeiro romance, “Pobre Gente”, que foi bem recebido pelo público e pela crítica. Em 1849 foi preso por participar de reuniões subversivas na casa de um revolucionário, e condenado à morte. No último momento, teve a pena comutada por Nicolau 1º e passou nove anos na Sibéria, quatro no presídio de Omsk e mais cinco como soldado raso. Descreveu a terrível experiência no livro “Recordações da Casa dos Mortos” e em “Memórias do Subsolo”. Suas crises sistemáticas de epilepsia, que ele atribuía a “uma experiência com Deus”, tiveram papel importante em suas crenças. Inspirado pelo cristianismo evangélico passou a pregar a solidariedade como principal valor da cultura eslava. Em 1857 casou-se com Maria Dmitrievna Issaiev, uma viúva difícil e caprichosa. Dois anos depois retornou a Petersburgo. Em 1862 conheceu Polina Suslova, que viria a ser o seu romance mais profundo. Em 1864, viúvo de Maria, terminou seu caso com Polina e em 1867 casou-se com Anna Snitkina. Entre suas obras destacam-se: “Crime e Castigo”, “O Idiota”, “O Jogador”, “Os Demônios”, “O Eterno Marido” e “Os Irmãos Karamazov”.

Publicou também contos e novelas. Criou duas revistas literárias e ainda colaborou nos principais órgãos da imprensa russa. Seu reconhecimento definitivo como escritor universal surgiu somente depois dos anos 1860, com a publicação dos grandes romances: “O Idiota” e “Crime e Castigo”. Seu último romance, “Os Irmãos Karamázov”, é considerado por Freud como o maior romance já escrito.

 AS PARCERIAS E O PROCESSO DE CRIAÇÃO

O processo de trabalho da montagem de “2 x 2 = 5 O Homem do Subsolo”, levou quatro anos pontuados por três momentos. O primeiro, preparado na Itália, foi de transposição da obra literária para uma narrativa teatral, levou 08 meses. O segundo momento, preparado no Brasil, a partir do texto, foi o trabalho de memorização, primeiramente em italiano, e a construção de ações do espetáculo, assim como um trabalho direto com o cenógrafo para idealização do espaço cênico.

O terceiro momento foi concluído num período de 35 dias na Itália, para a finalização das ações junto ao texto já memorizado, e o uso dos objetos construídos.

Esta montagem foi a primeira produção do Teatro della Toscana, uma junção da antiga nomenclatura Fondazione Pontedera com o atual Teatro de La Pergola, em Firenze, na Itália. A estreia no Brasil foi no SESC Santo Amaro, em São Paulo, no dia 14 de março de 2015.

Dos encontros entre Cacá Carvalho e Roberto Bacci [Brasil e Itália] surgiram diversos espetáculos. Entre eles: “O Homem com a Flor na Boca”, de Luigi Pirandello [1994], “O Hóspede Secreto”, com Joana Levi e Cacá Carvalho [2003], “A Poltrona Escura”, de Luigi Pirandello [2004], “umnenhumcemmil”, de Luigi Pirandello [2011]. Todos realizados com a mesma equipe de trabalho.

Os frutos desta parceria não são somente espetáculos, em 2004, foi fundada na cidade de São Paulo a Casa Laboratório para as Artes do Teatro, espaço de formação e pesquisa teatral, onde acontecem trocas de saberes, conhecimentos e inquietações, que propõe um aprofundamento prático e teórico quanto ao fazer do ator.



ENDEREÇO

Av. Nossa Senhora da Penha, 250
Ed Caravelle, Sala 403
Santa Helena - Vitoria/ES - CEP: 29055-022

(27) 3029 - 2765
(27) 99781 - 6230 (Whatsapp)

[email protected]

NEWSLETTER