O Som e a Sílaba - WB Produções





O Som e a Sílaba  

Ministério da Cultura, Unimed Vitória e Instituto Unimed Vitória

apresentam

 O SOM E A SÍLABA

 

Com texto inédito e direção de Miguel Falabella,

Alessandra Maestrini e Mirna Rubim estrelam musical

Com texto e direção de Miguel Falabella, o musical O Som e a Sílaba foi concebido especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, duas cantoras atrizes com registro lírico. O espetáculo conta a história de Sarah Leighton (Alessandra Maestrini), uma jovem com diagnóstico de autismo altamente funcional, uma savant, com habilidades específicas em algumas áreas, entre elas a música, e sua relação com Leonor Delise (Mirna Rubim), sua professora de canto, a peça chega nos dias 18, 19, 20 de maio no Teatro Universitário através da 10 Ed do Circuito Cultural Unimed.

A música vai unir essas duas mulheres e esse encontro mudará a vida de ambas. Recheado com árias, duetos e trechos de óperas, O Som e a Sílaba celebra o mistério da mente humana, com um texto terno, engraçado e comovente. “O espetáculo é todo muito gostoso e aproxima o público. É cheio de humor, como tudo que Miguel e eu gostamos de fazer. Ao mesmo tempo, é extremamente delicado, poético e transformador, dada a trajetória tão rica e profunda da personagem central, Sarah, e de como isto também transforma – para muito melhor – a vida de Leonor (a professora de canto interpretada por Mirna)”, conta Alessandra Maestrini.

Sarah busca alguém que lhe ajude a dar algum sentido a sua vida. Com a morte dos pais, ela mora com o irmão casado, mas sente que não se encaixa na organização da casa, tem consciência de suas limitações nas relações pessoais e sabe que precisa romper as barreiras da síndrome para se ajustar ao mundo lá fora. Em sua busca por uma autonomia, ela lista suas habilidades, entre elas cantar. Ela sabe cantar. “O elemento mais importante da relação entre Sarah e Leonor é o estabelecimento da empatia. Desse laço, se cria a relação de amizade, cumplicidade, respeito e profundo amor entre as personagens”, revela Mirna Rubim.

“Gente como eu precisa de duas coisas na vida: de um trabalho e de alguém que lhe estenda a mão”, Sarah diz a Leonor ao se apresentar. Leonor, por sua vez, atravessa uma crise pessoal e profissional. “Este choque de anseios fará com que uma transforme a vida da outra, até que o público se pergunte quem, de fato, está ensinando quem”, comenta Alessandra Maestrini.

Em torno dessa montagem reuniu-se uma equipe estelar: o elegante cenário ficou nas mãos de Zezinho Santos e Turíbio Santos; a luz dramática de Wagner Freire complementa os figurinos de Ligia Rocha e Marco Pacheco que, juntamente com o visagismo de Wilson Eliodoro, constroem os cativantes personagens do musical. O Som e a Sílaba conta com o design de som de Mario Jorge Andrade, que leva a experiência auditiva do espetáculo para um novo patamar de excelência.

 

FICHA TÉCNICA

Texto e direção: Miguel Falabella

Elenco: Alessandra Maestrini e Mirna Rubim

Design de luz: Wagner Freire

Design de som: Mario Jorge Andrade

Figurinos: Ligia Rocha e Marco Pacheco

Visagismo: Wilson Eliodorio

Cenário: Zezinho Santos e Turíbio Santos

 

Artes

Fotografia: Priscilla Prade

Diretor de criação: Marco Griesi

Designer: Kelson Spalato

Criação: TuaAgência

 

Operador de luz: Alessandra Marques

Operador de som: Mario Jorge Andrade

Cenotécnico: Isaac Tibúrcio

Camareira: Michele Vono

Assistente de produção e contrarregra: Marlon Bandarz e Eduardo William

Produtora assistente e captação de apoios: Carla Schvaitser

Produtora executiva: Marisa Medeiros

Direção de produção: Deco Gedeon

 

Realização: Maestrini Produções

Produção Local: WB Produções

Circuito Cultural Unimed – Um dos mais importantes projetos de difusão cultural do Espírito Santo completa 10 anos em 2018: o Circuito Cultural Unimed, que promove temporadas regulares de espetáculos culturais de diferentes linguagens artísticas, como como música, dança, circo e teatro. O Circuito Cultural Unimed, uma realização do Instituto Unimed Vitória e do Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo Fiscal Rouanet, incentiva a cultura e contribui para a promoção do bem-estar e qualidade de vida da população capixaba.

Nestes últimos anos de Circuito Cultural Unimed, foram mais de 33 espetáculos e oficinas sociais e culturais, com grandes artistas do cenário local e nacional, que passaram por Vitória. O púbico que contemplou as apresentações e cursos oferecidos passa das 43 mil pessoas. O Circuito vem sendo responsável por ampliar o acesso à cultura de qualidade e formar novas gerações de plateias para as artes.

As ações do Circuito Cultural Unimed sempre vêm acompanhada por promoções solidárias, beneficiando, ao longo desse tempo, dezenas de instituições filantrópicas com a doação de latas de leite em pó, fraldas geriátricas, alimentos não-perecíveis e livros.

O Circuito Cultural Unimed tem patrocínio da Unimed Vitória, por meio do Instituto Unimed Vitória, apoio da Seguros Unimed e com apoio do Ministério da Cultura, pela Lei de Incentivo Fiscal Rouanet, com produção da WB Produções.

 

Serviço

O SOM E A SÍLABA

Datas: 18, 19, 20 de maio

Sexta, às 21h

Sábado, às 21h

Domingo, às 18h

Local: Teatro Universitário – UFES

Endereço: Av. Fernando Ferrari, 514 – Campus da UFES.

Vendas: tudus.com.br ou na bilheteria do teatro de 15h as 20h.

Valor: Térreo – R$ 100,00 inteira / R$ 50,00 meia; Mezanino – R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia).

 

PROMOÇÃO SOLIDÁRIA: DOE 01 PACOTE DE FRALDA GERIATRICA E PAGUE MEIA ENTRADA.

Obs: Sujeito a disponibilidade para os 100 primeiros clientes por apresentação.

Classificação etária: 14 anos

Duração: 90 minutos

Gênero: Musical

 

SOBRE A MEIA-ENTRADA – QUEM TEM DIREITO?

Estudantes (com carteirinha oficial emitida pelo Governo)
Professores de Vitória/ES (apresentando contra-cheque)
Idosos a partir de 60 anos (apresentando RG)
Jornalistas (apresentando o registro profissional)
Doadores de Sangue (apresentando carteirinha de doador, com doação até 12 meses atrás)
Pessoas com Deficiência + acompanhante
Jovens de Baixa Renda – CadÚnico (apresentar Carteirinha de Identidade Jovem / CadÚnico)

A não comprovação da meia-entrada impede a pessoa de assistir ao espetáculo, tendo como opção pagar a diferença da inteira na bilheteria do Teatro. 



ENDEREÇO

Av. Nossa Senhora da Penha, 250
Ed Caravelle, Sala 403
Santa Helena - Vitoria/ES - CEP: 29055-022

(27) 3029 - 2765
(27) 99781 - 6230 (Whatsapp)

[email protected]

NEWSLETTER