Maria do Caritó

17 e 19 de Junho – Teatro Universitário – UFES

Direção: João Fonseca
Duração: 100 minutos

Descrição:
A comédia revela valores, costumes e crendices que permeiam o imaginário do povo brasileiro. A personagem-título é uma solteirona que, ao atingir 50 anos, decide se casar. Para isso, ela vai enfrentar a fúria do pai e de toda a cidade, que acredita que ela é uma santa.
“É cômico para quem vê e trágico para quem vive”, brinca Lilia. “A Maria do Caritó é uma personagem que sente uma frustração imensa por não ter se realizado como mulher. O que mais me encantou neste texto é que ele fala sobre fé. A Maria do Caritó não deixa de acreditar nunca”, continua.
Na cultura popular nordestina, “caritó” é a pequena prateleira no alto da parede, onde as mulheres escondem tudo o que querem deixar fora do alcance das crianças. Assim, a moça que ficou no caritó é aquela que ficou na prateleira, sem uso, esquecida, guardada intacta.