Play

30 de Abril a 2 de Maio – Sexta e Sábado às 21h e Domingo às 20h – Teatro SESI

Direção: Ivan Sugahara
Elenco: Daniela Galli, Maria Maya, Rodrigo Nogueira e Sérgio Marone

A transposição para o teatro é absolutamente possível quando o roteiro já deixa muito clara a ausência de tipos e cenários, optando por uma crônica intimista e mostrando pessoas verdadeiras.
Mas o argumento mais contundente para a transposição desse material cinematográfico para um espetáculo de teatro veio de David Hockney, pintor e fotógrafo inglês, que afirma: “Sex, lies and videotape” propõe uma fisicalidade que só ocorre entre a pessoa e o objeto. Você tem que passar pela experiência, não simplesmente ver. Tem de estar lá, não ver pela tv.”
É fato que hoje em dia a linguagem cinematográfica e televisiva está amplamente entranhada na sensibilidade do público. Portanto, a assimilação dos procedimentos cinematográficos pode ser um grande aliado para se estabelecer um elo de comunicação com o espectador.